Morro de São Paulo, arquipélogo paradisíaco no coração da Bahia

Paraíso baiano concentra águas claras e cristalinas por todo um arquipélago cheio de história, cultura, culinária e muita beleza; do agito ao reservado, praias paradisíacas são o destaque do cartão-postal perto de Salvador

Eu me sentia um peixe fora d’água meus amigos se espantavam por eu não conhecer o Morro de São Paulo. De fato! Um paraíso logo ali, e eu nunca tinha ido!

Mas como em toda viagem, fui sem expectativas, pois gosto de passar primeiro pela experiência e depois concluir para deixar a experiência relatada aqui.

Como é uma ilha, existe, claro, uma logística de transporte para pisar nesses paraíso. Por exemplo: como chegar?

Para mim, que estava vindo da Chapada Diamantina, era mais perto pegar o barco pelo Atracadouro de Valença. Porém quem chegar de outros estados acaba aterrissando em Salvador e de lá pegam o Catamarã ou a lancha rápida pelo Atracadouro de Salvador!

Só fiquem de olho nos horários de partida! Se seu voo chegar a noite, recomendo já deixar sua lancha agendada com algum ‘capitão’. Foi o que fiz! Planejar em algumas viagens é essencial para não passar aperto.

Fiquei hospedada em uma praia vizinha a Morro, Gamboa. E, se eu contar, vocês não acreditam: me hospedei numa pousada italiana, com toda as delícias da culinária mas com o charme e a decoração tropical da Bahia!

Chama-se Sitio Oasis, são bangalôs em meio a natureza, um pouco mais afastado do agito de morro. A pousada oferece serviço completo de hospedagem, guia e transporte de lancha o que nos facilitou muito!

TURISMO.

Como deixar o paraíso ainda mais interessante? O lindo dessa região é explorar por mar, todas as piscinas naturais e restaurantes de pescadores locais em outras ilhas desse arquipélago! Só que algumas só chegando de barco ou lancha.

Feche um passeio, que te leva até Boipeba, abraçando algumas praias e entre elas as piscinas naturais de Moreré! Mas tem que ir cedo, pois depois a maré sobre e a cena muda completamente!

São águas clarinhas, calmas e rasas. Você se sente em um cenário de filme, com praias desertas, e a culinária… Uma das melhores moquecas que já comi na vida! Não deixe a Bahia sem antes de conhecer Boipeba!

Em Cairu há um Mosteiro, uma igreja de Santo Antônio, que faz você viajar a Portugal. Em perfeito estado de conservação por conta de reformas, essa catedral construída em 1654 tem no seu interior azulejos vindos de Coimbra.

Sobre Morro em si, são chamadas de primeira a quinta praia (também conhecida como praia do encanto).

Quanto mais pra frente, mais deserta e tranquila. Aí vai do gosto de cada um, quem busca restaurantes badalados, música e lojas, por exemplo, se concentra na primeira e na segunda. Basta encontrar seu paraíso favorito!.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *