Os lindos Lençóis Maranhenses: viagem árdua, mas gratificante

A época de chuva deles é entre março e abril, então o sempre legal é ir logo depois, quando as lagoa estão bem cheias; uma atração a parte de se ver é o voo dos guarás, que acontece na hora do por do sol

Primeiro: considere que os Lençóis Maranhenses não são uma cidade, são um parque nacional de 155 mil hectares e que abraça três Municípios e povoados!

E aí então que começa a duvida de como planejar, como chegar e onde se hospedar nessa viagem que é árdua, porém gratificante!

As cidades são Barreirinhas, Atins e Santo Amaro, mas qual é a melhor?

A primeira parada em sua maioria é em Barreirinhas, a maior das três, mas que não é muito bonita. De lá que saem as voadeiras, lanchas que cabem até 15 pessoas e pelo Rio Preguiças te leva até os povoados e a cidade de Atins.

Não há nada que você vá ver nos Lençóis em Barreirinhas que você não vá ver nas outras. Por isso, meu conselho: vá direto para Atins.

A lancha custa em média R$ 90 e te dá direito a três paradas bem turísticas, mas vale a pena pra conhecer como vivem os povoados de lá. Existe Vassouras, onde a atração são os macacos-prego que te recebem roubando sua comida, risos, além de algumas Dunas e Lagoa.

Também Farol de Mandacaru, um povoado simples e pobre, mas lindo de se ver de cima do farol, que até hoje serve de referencia para os pescadores locais. É impressionante como a pobreza e a beleza natural se misturam, nos deixando admirados e perplexos.

E, por ultimo, Caburê, a parada que mais gostei. Uma faixa de areia divide o rio Preguiças e o mar, sendo uma paisagem para não tirar mais da memória. Uma praia imensa e vazia! Lá você vai ver de pertinho os geradores de energia eólica, Maranhão!

Depois você chega em Atins, um vilarejo com 1.500 habitantes e pouquíssimas pousadas. A 20 minutos estão eles, a atração principal de toda essa viagem, os grandes lençóis — e as lagoas mais bonitas, entre elas a de cor azul bem clarinha, a Lagoa do Paraíso. Ah, e também um pôr do sol que é dos mais bonito do mundo, lá de cima nas Lagoa das Sete Mulheres.

QUANDO IR?.

A época de chuva deles é entre março e abril, então o sempre legal é ir logo depois, quando as lagoa estão bem cheias.

Uma atração a parte de se ver é o voo dos guarás. Todos os dias, na hora do por do sol, esses pássaros de cor vermelha voltam para a casa para dormir, e é aí que entra o espetáculo, fazendo a alegria dos fotógrafos.

É uma viagem linda, porem é preciso planejamento ok? Qualquer duvida, só me perguntar. Boa Viagem!.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *