Um paraíso de areia e o turismo em Jericoacoara nos dias de hoje

Saiba como desviar dos destinos comerciais e se surpreender com praias sob cuidado do ‘turismo comunitário’ que cuida de algumas praias ainda desertas no Ceará; conheça as principais dicas para explorar o Nordeste

Jericoacoara é um destino que esta cada mais popular entre brasileiros, americanos, europeus e argentinos. Infelizmente não conheci esse vilarejo de pescadores há 15 anos, onde quase não havia pousadas e o turismo por lá era somente mesmo para os amantes de KiteSurf.

Realmente, a vila, as praias e lagoas de Jijoca e dos municípios vizinhos são de tirar o folego. Se acontece com nós, brasileiros, imagine dos estrangeiros que não tem tanto contato com essa areia fofa e o nosso Oceano Atlântico tão belo.

Como sempre, viajo e passo pela experiência para depois, relatar e dar dicas para vocês, meus leitores. Só que dessa vez, vou mais aconselhar do que indicar!

As agências vendem pacotes casados de passeio, como hora pra sair, voltar e o tempo de parada em cada lugar, para fotos. Paralelo a isso, parada para restaurantes que por você não conhecer acaba indo no que foi te imposto.

Para quem esta acostumada a traçar o próprio destino e escolher onde ir, me senti uma marionete nas mãos deles. Mas só após conversar com moradores locais e me informar, acabei percebendo que estava fazendo parte desse mecanismo e cai fora.

Em Jeri, por conta das trilhas entre dunas e oásis, condição do vento e pouca sinalização, você precisa andar sempre acompanhado de um guia, pois o sinal da internet é fraco, dificultando o uso de GPS.

Mas anotem aí: não necessariamente porque você esta com um guia que precisa seguir o roteiro comercial da agência dele. Alugue, sim, o serviço de passeio no buggy ou quadriciclo, mas descubra praias paradisíacas, mais afastadas e sem muvuca.

DICAS.

Tem a praia de Almofala e, na cidade anterior, mais duas praias desertas: Moitas e Caetanos de Cima. São praias de turismo comunitário, bem cuidadas com grandes hotéis.

Na própria Lagoa do Paraíso, você vai ser instruído a ir no beach club mais famoso por lá, vai achar que não tem outra opção: vai acabar pagando para entrar, pagar pra sentar e nem se fale no valor no almoço… Mas a Lagoa é pública e a entrada gratuita, somente este Beach club é pago, ok?

Tirando isso, a Vila é um charme! Principalmente a noite, Jeri se transforma. Todos os restaurantes das poucas ruas que se põem em paralelo acendem suas velas e lâmpadas, e ,ao som de muita musica brasileira, você vai caminhando entre becos e ruas de areias, escolhendo onde jantar.

As ruas são seguras e o trânsito de carro é proibido depois das 17h. Cinco ou seis noites acredito ser um Tempo Legal para conhecer toda a vila e seus arredores.

Além dos buggies e quadri, há passeios a cavalo, aula de Surf e Kitesurf, transferência para aeroportos e Fortaleza… São todos orçamentos que devem ser adicionados em sua viagem além de hospedagem e passagem aérea.

Se programe com antecedência, principalmente na alta temporada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *